Palestrantes

  • Abertura do painel "Infraestrutura e Demandas"
  • Dia: 22/03/2017
  • Horário: 08:30
  • Auditório da ANTT - Agência Nacional de Transportes Terrestres
  • Confirmado
  • Maurício Quintella Lessa
  • Ex-Ministro de Estado dos Transportes, Portos e Aviação Civil
  • O ex-ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil Maurício Quintella Malta Lessa nasceu em Maceió, Alagoas, no dia 28 de março de 1971.  É advogado e está no quarto mandato consecutivo como Deputado Federal pelo estado de Alagoas. É presidente do Partido da República de Alagoas desde 2007 e servidor concursado da Justiça do Trabalho. Foi eleito vereador pela primeira vez em 1996, obtendo mais de 2,7 mil votos. Em seguida assumiu a Secretaria de Educação de Maceió, onde ficou por dois anos. Em 2000 voltou a ser eleito para a Câmara Municipal, desta vez com mais de 4,7 mil. Nesse período, assumiu a presidência da Câmara de Vereadores por dois anos. Em 2002 foi eleito Deputado Federal com 56.032 votos, sendo o sexto mais votado no Estado.

    Se licenciou do cargo de Deputado Federal para assumir a Secretaria de Educação do Estado de Alagoas, onde ficou até setembro de 2005. Em 2006 foi reeleito Deputado Federal com mais de 70 mil votos. Atuou como líder do PR na Câmara 2015/2016. Foi titular por muitos anos da principal comissão da Câmara dos Deputados, a Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJC), sendo autor de mais de 500 proposições apresentadas, como projetos de lei, requerimentos e emendas. Como relator, atuou/atua em mais de 250 projetos. Participou ainda das Comissões de Minas e Energia; de Defesa do Consumidor; de Educação e Cultura, além do Conselho de Ética e de comissões especiais como a da Reforma Política, da Copa do Mundo e das Confederações. Coordenou também a Comissão Externa que acompanhou as investigações de denúncias de corrupção na Petrobras, contribuindo de maneira significativa com os trabalhos da CPI da Petrobrás.


  • Centro de Governo, Governança e Integração Multimodal
  • Dia: 23/03/2017
  • Horário: 11:00
  • Auditório do TCU - Tribunal de Contas da União
  • Confirmado
  • Augusto Nardes
  • Ministro do TCU - Tribunal de Contas da União
  • Augusto Nardes é graduado em administração de empresas pela Fundames (atual Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões), em Santo Ângelo, pós-graduado em política do desenvolvimento e mestre em estudos de desenvolvimento, pelo Institut Université d’Études, em Genebra, na Suíça. Iniciou sua carreira política como vereador pela Arena em Santo Ângelo, entre 1973 e 1977. Foi deputado estadual pelo PDS, entre 1986 e reeleito em 1990 já pelo Partido Progressista Renovador. Em 1994 elegeu-se deputado federal, sendo reeleito em 1998 e 2002. Na câmara, foi presidente da Frente Parlamentar de Apoio às Micro e Pequenas Empresas e membro da frente de apoio à Agricultura.

    Com a aposentadoria do ministro Humberto Souto em 2004, coube à Câmara dos Deputados indicar o substituto à vaga.  Nardes obteve a indicação de seu partido, sendo vencedor da eleição na casa. Confirmado pelo Senado e nomeado pelo Presidente da República, renunciou ao mandato de deputado federal para assumir o novo cargo em 20 de setembro de 2005.


  • Infraestrutura Existente, Gargalos Operacionais, Demandas não Atendidas e Ações de Curto Prazo
  • Dia: 22/03/2017
  • Horário: 09:00
  • Auditório da ANTT - Agência Nacional dos Transportes Terrestres
  • Confirmado
  • Valter Casimiro Silveira
  • Ministro de Estado dos Transportes, Portos e Aviação Civil e Ex-Diretor Geral do DNIT
  • Valter Casimiro Silveira é servidor de carreira da autarquia desde 2006, onde foi coordenador de Obras Hidroviárias, coordenador-geral de Portos Marítimos e diretor de Infraestrutura Aquaviária. Nascido em 29 de janeiro de 1973, é bacharel em Ciências Contábeis pela Associação de Ensino Unificado do Distrito Federal (AEUDF) desde 1997, com MBA em Administração Financeira pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), concluído em 1999. Em atividades de extensão, tem os cursos de Planejamento na Administração Pública, pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP); de Contabilidade Pública; de Execução Orçamentária e Financeira; de Normas de Licitação, Gerenciamento Financeiro e Desembolsos e Auditoria do Banco Mundial; e de Metodologia de preparação de Projetos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). 

    Exerceu sucessivamente os cargos de supervisor da Diretoria de Administração Financeira do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS); de coordenador administrativo e financeiro da Coordenação de Projetos do Ministério da Previdência Social; de coordenador da Coordenação de Obras Hidroviárias Diretas e Delegadas do DNIT, e de Coordenador-Geral da Coordenação Geral de Portos Marítimos do DNIT. Foi nomeado Diretor Geral do DNIT e setembro de 2015.


  • A Importância do Arco Norte na Competitividade da Exportação Agropecuária
  • Dia: 21/03/2017
  • Horário: 09:00
  • Auditório da CNA Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil
  • Confirmado
  • Adalberto Tokarski
  • Diretor da ANTAQ - Agência Nacional de Transportes Aquaviários
  • Adalberto Tokarski nasceu na cidade de Barbosa Ferraz (PR), em 1960. É engenheiro civil, graduado pela Universidade Católica de Goiás no ano de 1986. Seu currículo registra que foi presidente da Agência de Desenvolvimento do Corredor Centro Norte, no período de outubro de 2005 a setembro de 2006; representante do setor hidroviário nas Câmaras Técnicas do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH), nos anos de 2004 e 2005. Além dos cargos citados, foi diretor de obras da Administração Regional de Santa Maria (DF), em 1994; e Secretário de Obras da Prefeitura de Alto Taquari (MT), nos anos de 1987 e 1988.

    Foi Gerente de Desenvolvimento e Regulação da Navegação Interior da ANTAQ e ocupou o cargo de Superintendente de Navegação Interior da Agência. Foi também do Presidente do Conselho de Autoridade Portuária dos Portos de Vila do Conde, Belém, Santarém, Outeiro e Miramar, e representa a ANTAQ no acordo da Hidrovia Uruguai Brasil, desde 2009.  Foi nomeado Diretor Geral da ANTAQ em julho deste ano, com os desafios de dar prosseguimento da Agenda Positiva, que é um canal de diálogo entre a ANTAQ, o setor regulado e os seus usuários. Acredita ser fundamental que a Agência mantenha aberta a comunicação com os setores portuário e de navegação.


  • A Hidrovia do Rio São Francisco e as Possibilidades de Interação com as Ações do Projeto Novo Chico
  • Dia: 23/03/2017
  • Horário: 09:00
  • Auditório do TCU - Tribunal de Contas da União
  • Confirmado
  • Erick Moura
  • Diretor de Infraestrutura Aquaviária do DNIT - Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes
  • Auditor Federal de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União e exerce a função de Diretor de Infraestrutura Aquaviária do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT. Bacharel em Ciências Navais pela Escola Naval – Marinha do Brasil; Especialização em Eletrônica e Guerra de Superfície, Pós-Graduação em Estado-Maior, Planejamento e Assessoramento, atualmente Cursa Pós-Graduado em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação. Foi Corregedor e Auditor Federal de Finanças e Controle da Corregedoria Setorial do Ministério dos Transportes, Auditor Federal de Finanças e Controle do Núcleo de Normas e Assessoramento do Corregedor-Geral da União, Auditor Federal de Finanças e Controle da Corregedoria Setorial do Ministério da Integração Nacional e Auditor Federal de Finanças e Controle da Coordenação-Geral de Recursos Humanos, como Substituto na Coordenação de Administração de Legislação de Pessoal.

    Na Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República foi Coordenador-Geral de Gestão de Pessoas e Recursos Logísticos e no Ministério das Comunicações atuou como Coordenador-Geral de Recursos Logísticos Substituto e de Coordenador de Suprimento e Patrimônio da Coordenação-Geral de Recursos Logísticos. Capitão-de-Corveta da Marinha do Brasil com as seguintes condecorações: Medalha Militar com Passador de Bronze em decorrência de mais de 10 anos de bons serviços prestados ao país; Medalha Mérito Marinheiro de uma âncora por ter mais de 500 dias de mar na carreira; Medalha Rede Naval Interamericana de Telecomunicações -RNIT.